Fenômeno!

>

Ronaldo é o único (ex) atleta que eu não preciso procurar no Google ou no Wikipedia para saber os times em que ele atuou. E, exceto pelos tempos de São Cristovão, ele também foi o único atleta que assisti e vibrei por onde quer que passasse. Isto é, apenas uns quatro anos nos distanciam, então pude acompanhar seus passos, suas vitórias, derrocadas e, principalmente, suas superações. Não foram poucas. A cada nova lesão eu me perguntava se ainda valia continuar martirizando o próprio corpo e, talvez a imagem. Para o pessoal mais velho e para mídia, o melhor jogador e o atleta do século XX sempre terá a marca Pelé. Mas eu estou nos meus 30 anos, não vi o Pelé jogar. Até já assisti suas jogadas geniais e gols decisivos em documentários e/ou especiais, mas eu não vi o Pelé jogar. O que eu vi foi o Ronaldinho, o Fenômeno e o Ronaldo. O maior craque da camisa nove que já passou por esta Terra 616. Quando começou a ser cogitada a possibilidade dele voltar a vestir uma camisa de um time brasileiro eu fiquei feliz e, sinceramente, nem me dei conta de que ele estava vindo jogar no meu Corinthians. O Ronaldo que eu cresci assistindo performances nos maiores times europeus (ah, vá lá… do mundo) estava vindo jogar num time que tem tradição somente em território nacional? Não sou uma frustrada pela ausência de Libertadores. Gostaria de ver o título no rol dos inúmeros que o Corinthians já possui? Indubitável e apaixonadamente, isto é, sim! sim! sim! Mas como já postei aqui (fotos após a terceira colocação no Brasileiro de 2010):

>

>

O corinthiano é uma espécie rara, as zombarias vindas dos torcedores dos principais times do Brasil  (e, principalmente da capital paulista) incomodam, mas não transmutam o amor. Já vi corinthianos possessos com uma derrota, mas nunca envergonhados de responder por qual time são loucos. E, se um flamenguista doente, como ele próprio já se colocou, pôde se encantar com o Timão (e vestir a camisa em todos os sentidos) isso só reafirma essa doença, minha doença alvi-negra.

>

Não lamento a saída prematura do Ronaldo, não fossem as lesões e sua saúde, ele poderia nos seduzir com sua arte por mais alguns anos, quem sabe? Mas o que esse Fenômeno já fez pelo o futebol está anotado na História e na memória afetiva de todos os torcedores, não apenas dos times em que ele jogou.

>

Em 1993 eu entendi que aquele moleque franzino e dentuço faria muita História no futebol, mas eu nem tinha ideia do quanto dessa História ele escreveria. Pesquei um vídeo mais do que conhecido por todos, mas que traduz o que estou querendo dizer:

>

OBRIGADA RONALDO! E SIM, FOI TUDO LINDO!

>

>

ps 1 – só pelo Fenômeno para gastar 1 hora fazendo colagem das imagens do Ronaldo, lamento a dele no Barça ter ficado tão pequena…

>

ps 2 – e aqui fica um recado “praquele” Cristiano: Ronaldo só existirá um!

ps 3 – já ia me esquecendo: Happy Valentine’s day para tod@s!

ps 4 –  fiz o post numa tacada só, ainda estou me habituando com a questão de como conjugar o status do Ronaldo… foi/é… Achei que já corrigi os maiores problemas… rs

 

>

snakebites

Sobre eudoras
Eudora continua (tentando) rumar à leste...

2 Responses to Fenômeno!

  1. eudoras disse:

    Ah Pablito, é coisa pra ser apaixonado mesmo… rs
    Acho que a emoção do futebol fica restrita em ver a “arte” ao vivo, daí eu não ter (nunca) me emocionado com as jogadas clássicas do Pelé… Cada época tem o seu espírito (quem disse isso mesmo?, o da minha (época futebolística) foi o do Ronaldo…
    bitoca

  2. Pablo disse:

    Não entendo nada de futebol, e nem pretendo, mas gostei do texto, deu vontade de vê-lo jogar…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: