Botão direito do mouse não funciona no menu iniciar



Novamente um quick post sobre as pequenas barreiras da vida informática. Hoje fui utilizar o botão direito do mouse no menu iniciar e nada de abrir a janela com as opções para mexer num determinado programa. O incrível é que o botão direito só não funcionava no menu iniciar. Cacei respostas no São Google e, como sempre, o santo foi generoso e a solução é simples. Vejamos:

>

1. Selecione as Propriedades do Menu Iniciar (clique com o botão direito do mouse na área azul):

>

)

2. Nas Propriedades selecione Personalizar:

>

)

3. Em Personalizar selecione a opção “Ativar o recurso arrastar e soltar”. Dê ok, aplicar e novamente ok:

>

)

Problema resolvido? Ao buscar a solução trombei com outro problema que me pareceu comum a muitos usuários: “menu iniciar desaparecido” / “a ausência de ícones no menu iniciar” / “opção todos os programas do menu iniciar não aparece”. Caso um desses seja o seu problema aqui vão alguns links que talvez auxiliem na correção:

>

http://www.vistax64.com/tutorials/144277-start-menu-all-programs-list-enable-disable.html (em inglês)

http://pplware.sapo.pt/truques-dicas/dica-recupere-o-seu-menu-iniciar-no-win-7/

http://answers.microsoft.com/pt-br/windows/forum/windows_7-files/op%C3%A7%C3%A3o-todos-os-programas-do-menu-iniciar-n%C3%A3o/d6f9bea7-24fc-4d3d-93ee-02774ad2bf8f

>

Boa sorte!

snakebites!

Hp Mini – Ativando teclas Pg Up, Pg Down, Home e End

Não costumo postar sobre dicas de informática porque as poucas que conheço a grande maioria já domina. Entretanto, de vez em quando acontece algo que me impede de ter acesso a pequenos deleites. Talvez já tenha acontecido com você.

 

Hoje, tive um daqueles episódios eebertoon aan macunaima severo e passei o dia sem grandes movimentos e querendo ler o Asilo Arkham, mas o processo Macunaíma não me deixou dar uns cinco passos até a estante… De maneira que resolvi ler o Asilo no meu fofíssimo HP Mini. Para meu espanto as teclas de direção não me deixavam ir pra página seguinte. Surtei. Meus surtos tecnológicos sempre recaem para São Google. E o santo não me decepcionou.

 

Muito bem, você também gostaria de poder usar as teclas Home, End, Page Up e Page Down? Ah, o seu HP Mini não possui tais teclas? Pra tudo se dá um jeito! Encontrei a santa direção no site MinDrops. O caminho é baba, preste atenção:

 

1º – Fazer o download da versão atualizada da BIOS de sistema da HP [para baixar clique aqui]. Antes de instalar salve todo o trabalho (após instalar o programa o computador será reiniciado).

 

2º – O processo de instalação é bem intuitivo é só seguir as indicações.

 

Nota:

 

fn + seta pra cima = Pg up

fn + seta pra baixo = Pg down

fn + seta pra direita = End

fn + seta pra esquerda =Home

Facilitou a sua vida?

snakebites

Tec3ad6 ass50?

Quick post: semana sim, semana não, meu teclado dá tilt, e a parte direita troca as letras que digito por números, isto é, teclado fica escrito assim: tec3ad6. E toda vez perco tempo procurando um jeito de tudo voltar ao normal. Na realidade o tilt não é do teclado, mas meu. Não sei a razão, mas sempre esqueço o caminho para atingir a “normalidade”, desta vez deixarei marcado aqui para mim e vocês.
Primeiro, não tem nada a ver com desconfiguração do pobre teclado ou a outra malhada vítima de digitadores incautos, a tecla fn (função).

>
Solução: Ative (ou melhor, desative) a tecla “Num lock” (Num Lk) ou “Scroll lock” (Scr Lk). E aí, tudo “normal”?

>

sna2eb5tes/snakebites

plugin para wordpress

Perguntei ao suporte do wordpress.com sobre a possibilidade de fazer upload de alguns plugins legais que andam circulando pela web.

Como diria o hippie beetle hippie: the dream is over.

“Hi,
It is not possible to upload plugins to WordPress.com blogs. The ability to upload plugins is a feature only available for WordPress blogs that have been setup using the open source software from WordPress.org on a separate web hosting account.”

snakebiteless

Filmes, filmes e coleções… O nome é Griffith!

>

Programinha bom de bola rodando (e freeware)! Bem, para os cinéfilos de plantão e que já estão utilizando o Windows 7 (funcional também para XP e Vista) saiu um ótimo organizador de filmes que ainda possibilita exportar parcela do conteúdo cadastrado para pdf (diretor, principais atores, tempo de duração, pôster e sinopse): Senhor Griffith. O danado não fica só por aí… o banco de dados é muito bom, acho que existem uns três sites com a sinopse em português, afora os gringos. Não há melhor alimento do que informação!

>

O mais bacana  e intimista seria fazer a sinopse de cada película, mas quando você tem mais de 20 filmes o processo “escrivinhatório” de um dia se transforma em um ano facilmente, especialmente quando não se consegue a objetividade necessária (hm, pra quê falar em objetividade quando o objeto é dessas coisas de paixão? – acabei de me lembrar o motivo de nunca ter tentado estudar cinema, a objetividade nunca seria minha companheira – quiçá fiel!). Estou com pouco mais de 250 filmes aqui em casa e quero ver se crio coragem para fazer dez resenhas miudinhas  por semana (ou talvez uma por dia, who knows?).

>

Findando o blah blah blah, baixem e confiram o GRIFFITH. Pensei num caminho a la Julie & Julia (não manjaram a minha piração? quem teve coragem de perder Meryl Streep? shame on you!), vamos ver no que dá… Como eu poderia começar a seleção? Ordem alfabética me parece péssimo, por adoração também não é o melhor caminho (até eu decidir os dez mais queridos já estaríamos em 2000 e muita coisa…), sorteio? Aff, canseira mental batendo aqui! Hm, sou brasileira… Pós-carnaval eu decido. Mas uma coisa é certa: para cada resenha um filme revisto.

>

graça em falar apenas pela linha da memória, mas aqui não há espaço para essas coisas de história oral e afins (com o devido respeito): quero sentir tudo de novo e tudo diferente. Explicando, muita gente sabe da bronca que tenho da Filsoofia ensinada na academia, mas não posso deixar de dizer que aproveitei um bocado. E neste espaço cabe uma dessas “ideias” aproveitadas: “Nos mesmos rios entramos e não entramos, somos e não somos” (a citação é mais ou menos assim…), ou seja, as águas de um rio não são as mesmas se entrarmos nelas pela segunda vez, pois ele – o rio – é, continuamente, renovado; somos como um rio, hoje somos uma coisa e amanhã seremos outra… Guardei essa noção de Filosofia I com muito carinho, acho que a frase é de Heráclito de Éfeso… De qualquer forma, tem coisa mais bacana do que assistir meus queridos e depois despejar um blah blah blah só meu sobre os diletos?

>

Abaixo o visual do programinha. Outra coisa bacana, dá para anotar para quem você emprestou (data, qtde etc. e tal):

>

griffith

>

Em formato catálogo (pdf) pode ficar assim:

>

kardia's filmes

>

snakebites

extrato parlamentar

A discussão sobre o uso da internet como instrumento para a ciência política e para a grande política ganhou um aliado: www.extratoparalmentar.com.br

 

>

Release do site:

>

O site Extrato Parlamentar, hospedado no site do Movimento Voto Aberto (www.extratoparalmentar.com.br), oferece uma ferramenta que calcula a afinidade política entre o internauta e os deputados federais. Assim, o eleitor pode saber quais são os candidatos que pensam de forma mais parecida com ele.

>

O funcionamento é simples: o internauta responde a 12 perguntas sobre projetos votados nominalmente na Câmara dos Deputados (se é a favor da Lei da Ficha Limpa ou se queria a prorrogação da CPMF, por exemplo) e o site compara as respostas com a posição de cada deputado. Depois, um modelo matemático ranqueia as respostas, mostrando quais os deputados mais afinados com o internauta em seu Estado e no país, com base no percentual de coincidência nas opiniões.

>

O site foi desenvolvido através de uma parceria entre o Voto Aberto e o grupo de Estudo Legislativos do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap). O Cebrap forneceu as informações sobre processo legislativo necessárias para a elaboração do algoritmo que permite o cálculo de afinidade parlamentar realizado no site, dando suporte técnico ao conceito, concebido e desenvolvido por Rafael Lamardo e seus colegas, do Movimento Voto Aberto.

>

O objetivo do site, em um contexto pré-eleitoral, é prover o eleitor de informações que possam ajudá-lo no momento de decidir seu candidato. Trata-se de uma ferramenta democrática que pretende ajudar a qualificar sua decisão, na medida em que possibilita a avaliação da atuação concreta, sobre temáticas específicas, dos parlamentares ao longo do governo anterior. Cabe frisar, porém, que essa não deve ser a ferramenta principal, nem tampouco a única, utilizada pelo eleitor para formar sua decisão.

>

A construção da ferramenta de análise de afinidades é realizada através de critérios puramente técnicos e científicos. Não há qualquer viés ou preferência partidária em sua construção.

>

[Meu voto é aberto. É assim que eu penso. E estes são os deputados federais que representaram as minhas idéias no Congresso Nacional: http://1l2.us/Kp]. Em síntese, a ferramenta é bem interessante e “fechou” com os meus potenciais candidatos (nunca se sabe o dia de amanhã…)

>

snakebites

novidades info pra dummies

Detesto usar o windows media player, sou fiel ao winamp desde 1998. Mas quando tô fazendo besteira pela internet ou jogando o bom e velho tetris gosto de deixar a música que tô ouvindo aparecendo no windows live messenger. É um jeito de publicizar parcela do meu gosto musical que não aparece na MTV. Enfim, descobri um jeito de fazer isso (ao que parece existe há tempos…) com um plugin tranquilo de instalar: amip. Dá pra baixá-lo aqui . Outra coisa bacana é que dá pra usá-lo com outros tocadores, como iTunes, foobar2000 e QMP (QCD). Ah, e funciona no Windows XP/Vista/2000/7. Li que o Toaster era o melhor plugin para isso, mas o danado só serve para XP.

amip

snakebites

%d blogueiros gostam disto: