Atrativos da maldade

eye on me

I

Há anos inicio a escrita sobre o lado cruel e monstruoso de alguns gênios (outros nem tanto), mas sempre deixo de lado porque é perturbador não conseguir abandonar paixões ou mesmo separar o artista do humano. Não sei se por vergonha ou constrangimento… mas um dos dois serve de espelho e me acossa. 

I

Varri para uma área distante e nebulosa os feitos de vários homens: Billy Idol, W. Axl Rose, Roman Polanski.

Billy Idol e Axl Rose foram meus ídolos de adolescente. O Billy foi fácil manter por perto, só me dava vontade de dançar. Os anéis nunca me assustaram. 

I

billy-idol

I

Em 2018, nas comemorações de 31 anos, o GN’R lançou o Locked N’ Loaded e, de maneira inteligente (por marketing do politicamente correto ou pela evolução/crescimento espiritual e humano de Mr. Rose), ocorreu a exclusão de uma das músicas mais preconceituosas do rock n’ roll (mainstream)…. “One in a million” é um erro de construção em qualquer acepção.

I

black_lives_matter_logo.svg

“Police and niggers, that’s right

Get out of my way

Don’t need to buy none of your

Golds chains today

I don’t need no bracelets

Clamped in front of my back

Immigrants and faggots

They make no sense to me

They come to our coutry

And think they’ll do as they please

Like star some mini Iran

Or spread some fuckin’ disease

They talk so many goddman ways

It’s all greek to me”

I

black_gay_lives

 

I

Já fiz muitas loucuras pra ir nos shows do GN’R e, posteriormente, de seus integrantes em carreira solo. O insano é que Mr. Rose e cia. estão falando diretamente comigo: imigrante, negra, não-heteronormativa.

O GN’R foi a minha primeira banda. Aos 8 anos eu não entendia a raiva ou a fome daquele pessoal, mas a insatisfação me aninhava: finalmente senti que fazia parte de algo. Eu queria gritar e não sabia pelo quê. Embora eu não soubesse explicar, o “belonging” me acalentou.

Alguns anos mais tarde eu consegui entender a revolta dos homens brancos, heteros e cis que abusam de mulheres (!). Vá para um dos maiores sucessos de Appetite for destruction, Welcome to the jungle:

Esqueça as drogas. Esqueça. Esqueça a provocação sadomasoquista. Esqueça. Esqueça a hipersexualidade do clipe. Esqueça. A estória é sobre como é possível manipular ou entorpecer o outro. No caso, o outro… são as outras, porque antes de assinar com a Geffen Records, os meninos do GN’R foram cafetões. 

I

“Welcome to the jungle, it gets worse here every day

You learn to live like an animal in the jungle where we play

If you hunger for what you see you’ll take it eventually

You can have everything you want but you better not take it from me

In the jungle, welcome to the jungle

Watch it bring you to your knee, knee, knees, knees

I’m gonna watch you bleed

And when you’re high you never ever want to come down

So down, so down, so down, yeah”

I

Iprostitute

Eu continuo ouvindo a música que abre o Appetite. Com consciência crítica, com nervo sociológico exposto. E, mui possivelmente, o meu filtro é outro. Ouço como relato, como diagnóstico de situação. Mas penso que na maioria das vezes eu simplesmente ouço a música, sem quaisquer reflexões.

I

Como consegui “perdoar”, ou seja, permaneci consumindo GN’R, Billy Idol ou Pete Townshend?

O Polanski sempre me assombrou, mas de algum jeito torpe, eu consegui abafar a repulsa. Calei o nojo. E, então… o Woody Allen. Minha primeira confissão: 

I

O escritor? Talvez o Balzac da segunda metade do século XX.

O diretor?  Ok, mas sempre parece que estou apenas espiando a vida privada de algum casal.

O ator? Razoável (?).

I

É um cineasta importante. Mas fundamental? Não sei se preciso dele para continuar falando de cinema. E daí brota a questão que me faz escrever e jogar o post pro limbo dos rascunhos: eu consumo arte. A arte. Não sou amiga, camarada ou tenho qualquer afeto pelo autor da obra. A obra perde seu valor porque o autor é um escroque, falho ou mesmo criminoso? Somos (ou devemos ser) moralmente responsáveis por traçar limites  entre o homem e sua criação? O ético seria demonstrar nossa repulsa pelo boicote? Tudo em mim grita pela recusa a esses artistas, mas o apelo do que oferecem não somente é inegável, mas é sobremaneira irresistível, ao menos por enquanto.

I

A minha falta de paixão ou qualquer outro sentimento de aquecer o ventre me levou a olhar pro Woody Allen pelo que ele é sempre foi: Um monstro. Li a carta de Dylan Farrow  sobre as agressões sexuais. Quem conseguiu esquecer o início midiático do relacionamento com a Soon-Yi…? Mas rechaçar o Allen é fácil. E os outros?

I

Vou publicar este post. Nem que seja pra atestar a minha hipocrisia. Porque ninguém é hipócrita com seus prazeres. [Camus? A queda?]

I
kristin_joiner_image.jpg

Corny, lame and related…!

the-top-10-cheesiest-horror-movies-of-the-80s-572002

>

Mondo Bizarro do Pop-Rock Anos 80-90’s, tirando os super bem produzidos clipes do Michael Jackson, Cyndi Lauper (lembram  desse?) e Madonna a coisa ficava feia pro lado video-roquinho (pensando bem acho que o Queen se salva na base da navalhada rs).

>

As bandas de hard rock tinham praticamente o mesmo roteiro: uma estória besta, geralmente com “modelos-atores” esteticamente aprazíveis ao olhar segundo os ditames da moda… (claro, claro, claro), lembram-se da Stephanie Seymour, musa de Mr. W. Axl Rose?

>

Fiquei tentando me lembrar de um clipe da horda hard rock que fosse engraçadinho-satírico-modernoso e que tenha feito parte da minha adolescência, chafurdei em minha não nada confiável memória até encontrar o grunhido-gemido-grunhido de Mr. Tyler… E não é que a paquera dos bate-papos (telefone e chats mundo afora), em que todos são o que pode existir de mais sensual da Terra 616 já se apresentava?

>

Só consegui me lembrar desse clipe… Até que foi muito para os 32º deste sabadão… Hora da breja amiga, non? Aqui tem uma lista de alguns video-clipes que merecem uma revisão mais simpática…

>

>

snakebites

Mamãe não quero ser rock star/ Mom, I don’t wanna be a rock star

O tempo passa, corre, voa e não tem plástica que dê jeito, ainda que você seja um rock star. Há algumas exceções, mas provavelmente devido a um pacto com o diabo. Quem perdeu a alma e talvez algum sangue? Ponha o dinheiro na mesa e faça a sua melhor aposta. Alguma dúvida? Vejamos:

[Time goes by, runs, flies, and there’s no plastic surgery to fix it, even if you’re a rock star. There’s some exceptions, but probably this means that a pact with a devil occurred. Who lost a soul and maybe some blood? Put the money on the table and make your best bet. Any doubt? Let’s see:]

 

Anni Lennox - Eurythmics

Axl Rose - Guns N' Roses

Bob Dylan

Bono - U2

Bret Michaels - Poison

Brian Wilson - Beach Boys

Bruce Springsteen, The Boss

C. C. DeVille

Charlie Watts - The Rolling Stones

Cherie Currie - The Runaways

Courtney Love - Hole

David Bowie

David Coverdale - Whitesnake

David Crosby - The Byrds

David Lee Roth - Van Halen

Debbie Harry - Blondie

Eddie Van Halen - Van Halen

Gene Simmons - Kiss

Grace Slick - Jefferson Airplane

Iggy Pop - The Stooges

James Hetfield - Metallica

Joan Jett - The Runaways

Joe Elliot - Def Leppard

Johnny Rotten - Sex Pistols

Jon Bon Jovi - Bon Jovi

Keith Richards - The Rolling Stones

Linda Ronstadt

Michael Lee Aday - Meat Loaf

Mick Jagger - The Rollings Stones

Nancy e Ann Wilson - Heart

Neil Young - Crazy Horse

Nikki Sixx - Mötley Crüe

Ozzy Osbourne - Black Sabbath

Pat Benatar

Patti Smith - Patti Smith Group

Richie Sambora - Bon Jovi

Robert Plant - Led Zeppelin

Rod Stewart - Jeff Beck Group, The Faces

Ron Wood - The Rolling Stones

Slash - Guns N' Roses, Velvet Revolver

Steven Tyler - Aerosmith

Steve Perry - Journey

Stevie Nicks - Fleetwood Mac

Sting - The Police

Ted Nugent

Tommy Lee - Mötley Crüe

Tom Petty - The Heartbreakers

Vincent Damon Furnier - Alice Cooper

Vincet Neil - Mötley Crüe

Apenas uma pergunta, mas o que raios aconteceu com os caras dos Rolling Stones? Acho que a macumba não funcionou do jeito que eles imaginaram…

[Just a question, but what’ hell happened with Stones boys? I guess theirs simpathy’s with the devil didn’t work as they had imagined…]

Créditos de parcela das imagens: The Damn Fresh Pics: http://1l2.us/vo

snakebites

%d blogueiros gostam disto: